Aluguel direto com o proprietário: como funciona?

Aluguel direto com o proprietário: como funciona?

O aluguel direto com o proprietário acaba sendo muito mais rápido, isso acontece porque é uma transação feita retirando um intermediários do processo. Onde ambas as partes têm o maior interesse em fechar o contrato. Vários proprietários já alugam seus imóveis – essa é uma modalidade prevista na lei do inquilinato, mas alguns detalhes exigem atenção.

É super importante prestar atenção em todas as etapas. Desde anunciar o imóvel, passando pela emissão do modelo de contrato de aluguel, análise para encontrar um bom inquilino e etc. Por isso leia o post até final. 😉

Se você quer saber como alugar uma casa ou apartamento direto com o proprietário e de forma segura, fique atento ao post que preparamos para você. Confira!

Por aqui você vai encontrar um pouco de cada tema e conseguirá navegar para páginas específicas sobre cada assunto:

 

  1. Lei do inquilinato
  2. Divulgar imóvel – melhor site para divulgar seu imóvel
  3. Como encontrar um bom inquilino
  4. Uma boa visita /  Primeira boa impressão
  5. Negociar uma boa garantia
  6. Contrato de Aluguel – (nunca deixe de fazer o seu)
  7. Vistoria ao imóvel
  8. Como cobrar o aluguel de maneira profissional
  9. Ebook – O Guia Definitivo para Alugar Imóveis

 

 

1 – Conheça a Legislação

A legislação prevê e autoriza que o proprietário administre seus imóveis. Porém, é preciso ter cautela e fazer as coisas com calma. Alugar um imóvel é um processo que exige alguns tramites burocráticos para trazer segurança ao processo. A lei que regula a locação de imóveis é a Lei Federal de número 8.245/91, a (famosa), “lei do inquilinato”.

A Lei do Inquilinato ordena o mercado de aluguéis comerciais e residenciais. É composta por uma série de regulamentos que locatários e proprietários devem observar.

 

2 – Aposte em uma boa divulgação

“Preciso alugar meu imóvel” – essa é a primeira frase que vem na cabeça de todo proprietário de imóveis assim que sabe que seu imóvel ficará livre.. Hoje, a experiência do inquilino começa no ato da procura do imóvel. Afinal, encontrar o lugar perfeito e fechar o contrato o quanto antes também é o sonho dele.

Existem diversos sites especializados em anunciar imóvel, cada qual com benefícios e preços diferentes, de maneira a atenderem os mais diversos públicos com diferentes necessidades e orçamentos. Pensando nisso a Zimobi preparou essa pesquisa com os principais portais de anúncios imobiliários do mercado

A internet oferece muitas possibilidades para fazer anúncios e dar detalhes precisos do imóvel e da região. Além disso, dependendo dos portais que você anunciar, milhões de pessoas verão seu imóvel. Escolha com atenção os canais por onde você irá divulgar seu imóvel e esteja sempre atento à qualidade das fotos.

Spoiler Alert: na Zimobi você anuncia grátis o seu aluguel e ainda pode, com um clique, espalhar seu anúncio nos principais portais. Gerando muito mais interessados. Aproveite e faça seu anúncio agora.

3 – Encontre um bom inquilino

Principalmente por ser aluguel direto com proprietário, esse é o passo mais importante. Cuide muito ao escolher o inquilino, nestas horas é melhor pecar pelo zelo.

análise cadastral é um importante instrumento para ajudar na tomada de decisão, mas você deve observar outros detalhes que irão te ajudar na melhor escolha. Durante o momento da visita ao imóvel aproveite para observar algumas atitudes e conhecer melhor o candidato a locação. Observe detalhes: como hábitos, perguntas realizadas, dificuldade de comunicação, motivo da mudança.

Você deve solicitar, no mínimo, as seguintes informações:

  1. Nome completo, RG e CPF de todos os adultas que irão alugar o seu imóvel.
  2. Emprego atual e comprovantes
  3. Referência de aluguel anterior (se houver)
  4. Garantia de pagamento de aluguel (próximos tópicos)
  5. Fazer uma análise de crédito do CPF

 

Quem um modelo de ficha cadastral e saber mais sobre como fazer uma boa análise. Veja esse outro post do Blog da Zimobi.

4 – Faça uma boa visita ao imóvel – Crie uma boa experiência

A visita é uma das etapas mais importantes para quem quer alugar e uma boa experiência para o interessado é um fator que garante muito mais fechamentos!

Então programe-se para chegar antes do horário marcado para visita e PREPARE o imóvel – O ambiente deve estar  e até cheiroso.
Organize o imóvel, tire os pó, limpe os vidros, abra as cortinas e janelas, ligue as luzes. Afinal, a primeira impressão é a que fica.

aluguel direto com o proprietário

Aproveite a visita para identificar melhor quem é o locatário. Pergunte a profissão, o que faz da vida, o motivo de estar se mudando, com quem vai morar e definir a melhor garantia para ambos.

Destaque os pontos fortes do imóvel. O que tem próximo a ele? Comércios, áreas de lazer, mercado, padarias, farmácias, acesso a meios de transportes e todos outros pontos que possam mostrar as vantagens de morar no imóvel.

 

5 – Feche uma boa garantia no aluguel direto com o proprietário

Por mais que o aluguel seja direto com o proprietário. Para a sua segurança – e para o aluguel direto com o proprietário funcionar bem – é preciso estabelecer qual garantia regerá o contrato. Basicamente, existem três diferentes tipos:

  1. Fiador: pessoa escolhida pelo inquilino para assumir a responsabilidade financeira em caso de inadimplência.
  2. Seguro fiança: é um seguro que cobre os alugueis, danos ao imóvel e ainda presta serviços, como reparos. Para garantir a segurança do proprietário, esta é a melhor opção.
  3. Depósito caução: Valor depositado pelo inquilino para o proprietário, que pode ser de no máximo três vezes o valor do aluguel (Guia: lei do inquilinato para proprietários)

Para dispensar a figura do fiador e fazer um processo de locação mais rápido e seguro, a melhor opção seria o seguro fiança, mas ele tem um custo fixo por mês. Você pode aproveitar e conhecer melhor sobre como funciona o seguro fiança clicando aqui.

 

 

6 – Contrato de aluguel / Aluguel direto com o dono

O contrato de locação é um dos principais mecanismos para assegurar um relacionamento saudável entre proprietários e inquilinos, uma vez que documentam as cláusulas e os detalhes desse tipo de acordo.

A tarefa pode parecer complexa, mas é possível. Esteja certo de que o contrato prevê as datas de início e fim da locação, os valores mensais, o índice e a periodicidade de reajuste e as taxas que devem ser pagas pelo locatário. Também garanta que o documento preveja situações de inadimplência, desistência do contrato e até deterioração do imóvel durante a vigência do contrato. Esses detalhes asseguram locador e locatário que ninguém deverá arcar com nada que não é de sua responsabilidade.

Pontos a se atentar na elaboração do seu contrato:

  1. Garantias de aluguel
  2. Contrato de locação residencial / comercial
  3. Prazo contrato de aluguel e reajuste
  4. Partes do contrato de aluguel
  5. Endereço no contrato de locação
  6. Valor do aluguel, forma e data de pagamento (boleto de aluguel, transferência)
  7. Multas

 

Dos proprietários mais rígidos ao mais tranquilos, a regra é uma só: toda e qualquer negociação deve estar documentada e assinada no contrato. Por isso, proprietários podem emitir seus contratos de locação e assinar digitalmente na plataforma da Zimobi, clique aqui para se cadastrar agora!

 

7 – Faça uma boa vistoria / Aluguel direto com o proprietário

 Ao preparar um imóvel para locação, alguns cuidados básicos devem ser tomados pelo proprietário do imóvel. A vistoria de imóvel, por exemplo, é indispensável para atestar as condições de habitação de um ambiente antes que ele seja entregue ao futuro inquilino. Tal procedimento evita prejuízos e problemas entre inquilino e locatário.

No vistoria devem constar o estado de conservação da pintura, dos vidros das janelas, dos azulejos e dos demais revestimentos distribuídos pela casa.

Também é necessário testar torneiras, chuveiros e tomadas a fim de identificar qualquer vazamento ou problema que esses itens apresentem.

Mas isso não precisa ser um bicho de sete cabeças, veja neste post como fazer uma vistoria bem feita.

Vale lembrar que, mesmo depois de elaborado e assinado o laudo de vistoria, é possível que o inquilino venha a encontrar algum problema que passou percebido anteriormente.

Um entupimento ou uma infiltração, por exemplo, costumam ser identificados somente depois. Em casos assim, geralmente, a responsabilidade de reparo é do locador, que deve arcar com os custos do conserto.

 

8 – Cobre seu Aluguel de Maneira Profissional

Uma outra dica para manter uma boa relação, é cobrar seu aluguel de maneira profissional. Os boletos bancários são os mais utilizados para fazer este tipo de cobrança. Você pode fazer isso para evitar atrasos ou esquecimentos no envio e, consequentemente, a falta de pagamento por parte do inquilino e outros tipos de inconvenientes. A facilidade é para ambas as partes, já que o locador evita gastos com impressão e envio, e o locatário recebe o boleto direto na sua caixa de e-mail ou celular.

Assim também os juros e multas por inadimplência são cobrados automaticamente, o inquilino não consegue pagar um valor menor que o do boleto e tudo fica registrado.

Entenda as regras de como cobrar aluguel por boleto.

Para fazer as cobranças mensais cobramos R$ 49,90 e os serviços inclusos são:

  1. Boletos inteligentes com multas e juros automáticos
  2. Recebimento direto na conta bancária cadastrada (D+2)
  3. Painel para acompanhamento, edição e controle de cobranças
  4. Notificação extrajudicial, protesto em cartório do contrato e Ação de despejo em caso de inadimplência.

9 – O guia definitivo para proprietário de imóveis

Faça download do Ebook – O Guia Definitivo para Alugar imóveis.

Se você é um proprietário que está no mercado de locação, nunca deve ter ouvido falar de um ebook que orienta os melhores meios para você administrar os seus aluguéis. Então aproveite e faça download de um guia prático para o aluguel direto com o dono.

Neste material vamos expor, do ponto de vista prático, como você consegue:

  1. Alugar seu imóvel mais rápido;
  2. Escolher inquilinos confiáveis;
  3. Maximizar seu lucro com aluguel.

Faça Donwload do Ebook Agora – Clique Aqui.

O que a Zimobi traz de novo para o aluguel direto com o proprietário

A Zimobi tem inovado o modo de alugar e administrar imóveis.

Tudo isso é feito com amplo profissionalismo. Por meio da Startup, os proprietários de imóveis contam com diversos recursos. É possível:

  • Anunciar os imóveis em diversos sites e portais imobiliários;
  • Avaliar o histórico dos interessados no imóvel e realizar a análise de crédito, de antecedentes criminais e demais informações;
  • Emitir o contrato de locação para garantir segurança jurídica aos acordos;
  • Administrar a cobrança e o recebimento dos aluguéis de forma automática.

Tudo isso traz mais agilidade e facilidade para os processos de locação imobiliária – tanto para os inquilinos quanto para os locadores.

Com a ausência de terceiros e, ao mesmo tempo, a disposição de ferramentas de locação, todo o procedimento é desburocratizado, rompendo com os modelos convencionais.

Contando com um potencial de alta escalabilidade e crescimento no mercado, a Zimobi é vista com bons olhos pelo ecossistema de startups. O Google for Startups e o MitHub – Braço de Inovação de empresas como Cyrela, BrasilBrokers, GrupoZap, por exemplo, estão acreditando na plataforma e ajudando essa ideia a sair do papel.

Para conhecer mais sobre a Zimobi, acesse nosso site e veja como a plataforma ajuda na locação de imóveis. Aproveite e cadastre seu imóvel gratuitamente na plataforma e fale com um de nossos atendentes.


Compartilhe:

Ebook Grátis

O Guia Definitivo para Alugar Imóveis

Você compreende todos os passos para alugar o seu imóvel sem stress? Será que o modo que você faz hoje é o melhor? Sabe como encontrar bons inquilinos de forma rápida e assertiva?

You have Successfully Subscribed!

×